>
Dois espelhos: um é reflexo, o outro, recorte
  • Entre, fique à vontade
    Entre, fique à vontade
  • Um toque de delicadeza, um voto de confiança
    Um toque de delicadeza, um voto de confiança
  • Prontas para agir
    Prontas para agir
  • É puro êxtase
    É puro êxtase
  • Pausa para abstração
    Pausa para abstração
  • Procurando-se no espelho
    Procurando-se no espelho

Dois espelhos: um é reflexo, o outro, recorte

Um toque, um olhar, o cuidado. As mãos que massageiam são as mesmas que transformam. A face refletida é olhada com curiosidade, quase em ar de dúvida “Essa sou eu?”. É o momento de abstrair, de viajar no interior do próprio ser.

O relaxamento, a distração. Seja nas páginas de uma revista recheada de produtos de beleza ou no constante vigiar-se, na ânsia de ser outra, ou a mesma, diferente. A ânsia de sentir-se bela, de sentir-se bem, independente das marcas do tempo na pele. A beleza que provém da harmonia com o eu, não estética, a beleza de dentro.

As muitas imagens estereotipadas e conceitos pré-estabelecidos sobre os salões de beleza já estão agregados ao nosso repertório. Entretanto, fazemos um convite à contemplação das particularidades deste ambiente, em um mergulho nas percepções imediatas que nos vem à tona ao adentrar esse país das maravilhas da vaidade feminina. Ao explorar, com nossos sentidos, observamos o prazer e as sensações proporcionadas por um lugar que acolhe e revigora, fazendo das cores objetos de vaidade e das conversas e risos trocados, souvenirs de suave intimidade e descontração.

ThuanneS_13042011_001-1

Joana Oliveira

joanao_02052011_003

Thuanne Silva

Comentários