>
A rotina é a mesma
  • Fernanda e a Escola
    Fernanda e a Escola
  • Fernanda mostra o amor em cores
    Fernanda mostra o amor em cores
  • Depois da conversa, vem a inspiração
    Depois da conversa, vem a inspiração
  • As diferenças andam de mãos dadas
    As diferenças andam de mãos dadas
  • Pausa para uma conversa
    Pausa para uma conversa
  • Fernanda senti a liberdade
    Fernanda senti a liberdade

A rotina é a mesma

O relógio biológico fala suavemente, e na sua voz, traz consigo o esplendor do sol nascente, que incrivelmente surge com o abrir dos olhos esbugalhados. Acordam.

São exatamente às 6:00hs da manhã. Mais um dia começa: Pão, café, manteiga. Short, blusa, meia, farda. E o relógio ecoa: Corre! Corre! E o primeiro fio de cabelo anuncia aos outros o tom orquestrante de um momento único e incompreensível. A chegada.

São exatamente às 7:00hs da manhã. Outra jornada começa: Lápis, papel. Cor, amor. Conversa em prosa. Água. Os olhos refletem a água. Ela é transparente. Ele já conhece esse momento.

É transcendente o olhar que ela, graciosamente deixa iluminar e fazer com que os raios de luz traduzam o que está a sua volta. O sentido do rabiscar está alí. Mas ninguem vê. É anunciando o momento da partida. Pontualmente são 12:00hs.

Ele compreende. Ela talvez nunca entenda que a rotina é a mesma. Mas o que ela sente são os sinais de contentamento que irradiam através dos seus olhos. A tão sonhada liberdade é encontrada na rotina. Mas ela não imagina. Ele não sente. Você? Nem mesmo sente. E outro dia começa com relógio biológico falando suavemente…

cinthia_04052011_002

Avana Cavalcante

avanac_06042011_004

Cinthia Dias

Comentários