>
Impressões artificiais
  • A sombra do tempo
    A sombra do tempo
  • Entre atos
    Entre atos
  • Terceiro olho
    Terceiro olho
  • Manifesto dos sentidos
    Manifesto dos sentidos
  • Trago desejos
    Trago desejos
  • Uma orelha que escuta é um ponto de interrogação
    Uma orelha que escuta é um ponto de interrogação

Impressões artificiais

O ser humano é o artífice, que projeta e transforma seu imaginário em objetos da realidade, produzindo artifícios. Essa afirmação parte do conceito que define artifício como algo elaborado com arte, sendo arte o processo de encaixar e de dar forma, e o conceito de realidade como tudo aquilo que existe e é palpável.

Quando o artífice transforma o subjetivo em objeto, ele insere numa realidade coletiva o que era apenas uma idéia individual. E então, aquilo que foi criado retorna ao imaginário do espectador e é recriado. Assim, o plano das idéias e o plano material se confundem e possibilitam infinitas representações.

O imaginário das fotógrafas foi registrado utilizando-se de artifícios como a projeção e a própria fotografia. A partir disso, modelos e objetos reais dividem a cena com imagens virtuais representando a fusão entre duas dimensões: a da realidade e a da fantasia.

lorenav_15062009_04

Anaíra Lôbo

anaira_15062009_11

Lorena Vinturini

Comentários