>
Os calçados das calçadas
  • Com o passo à frente calçado pela retaguarda com olho na vanguarda. (Ildásio Tavares – Elogio à poesia de Adelmo Oliveira)
    Com o passo à frente calçado pela retaguarda com olho na vanguarda. (Ildásio Tavares – Elogio à poesia de Adelmo Oliveira)
  • Vou escolher meu sapato e andar do jeito que eu gosto. (Sapato 36 – Raul Seixas)
    Vou escolher meu sapato e andar do jeito que eu gosto. (Sapato 36 – Raul Seixas)
  • Antes da visão do mundo traçado, só sobrou o sapato do salto alto. (Destino traçado – Patrícia Taz)
    Antes da visão do mundo traçado, só sobrou o sapato do salto alto. (Destino traçado – Patrícia Taz)
  • (...) para saber até que ponto é linda a intrigante cor desses sapatos. (Poesias e sapatos – Joaquim Pessoa).
    (...) para saber até que ponto é linda a intrigante cor desses sapatos. (Poesias e sapatos – Joaquim Pessoa).
  • Hey now you´re an All Star get your game on – go play. (All Star – Smash Mouth)
    Hey now you´re an All Star get your game on – go play. (All Star – Smash Mouth)
  • Na sola de um sapato um “buraco” na calçada. (Poemia na Cidade Vazia – João Carlos Luz)
    Na sola de um sapato um “buraco” na calçada. (Poemia na Cidade Vazia – João Carlos Luz)

Os calçados das calçadas

Muitas vezes sem destino e outras vezes com passos marcados. Os pés que tanto peso sustentam sobre as calçadas não estão desacompanhados. Pelo contrário, trazem consigo um aliado que os protegem e os marcam. Sim, os marcam. Nós calçamos a pobreza, nós calçamos a riqueza. Calçamos a alegria e até mesmo a tristeza.

Na poesia “Os sapatos”, Arnaldo Antunes diz que “Os pés descalços caminham calados”. Seguindo a lógica inversa, pode-se dizer que os pés, quando calçados, falam. Na música “Sapato 36”, por exemplo, o calçado apertado foi usado como metáfora por Raul Seixas para retratar a opressão paterna.

Os sapatos são como palavras que desfilam sobre as calçadas. Então, que falem por nós.

Camila Camilo

Camila Camilo

camila_camilo_07-1

Henrique Mendes

Comentários