>
Velha infância
  • Vamos brincar de amarelinha?!
    Vamos brincar de amarelinha?!
  • A casa dos meus sonhos.
    A casa dos meus sonhos.
  • Saudade das nossas tardes juntas.
    Saudade das nossas tardes juntas.
  • Vrumm... Vrumm...
    Vrumm... Vrumm...
  • Sopro de felicidade
    Sopro de felicidade
  • Humm... CHO – CO – LA – TE!
    Humm... CHO – CO – LA – TE!

Velha infância

Tempo bom que não volta mais! Tempo em que tempo era o que mais tinha de sobra na minha vida, e durante todo esse tempo que passou, só uma única palavra consegue definir o que sinto, e essa palavra é saudade.

Época de algodão doce, parque de diversões, de andar e correr pela pracinha e brincar com os amigos sem tempo para começar e terminar. Aí que saudade! Saudade das brincadeiras de esconde-esconde, do pula-pula, das alegrias de brincar de boneca e/ou carrinho, achando que a vida nunca iria passar e que seria eternamente criança.
Vamos, venha brincar na roda gigante e veja tudo ao seu redor girando, girando e de repente me vejo adulto e percebo o quanto o tempo passou rápido, e num piscar de olhos, o doce sabor de ser criança virou apenas lembrança. Mas não qualquer lembrança. É uma lembrança muito valiosa, carregada de sentimento, a qual faço questão de guarda-la em minha mente.

Aí que saudade da minha infância!

Mariana Coelho

Mariana Coelho

Deivison Smith

Deivison Smith

2007.2

Comentários