>
Mundo das formigas
  • Banquete de restos
    Banquete de restos
  • De que me valem seus vícios?
    De que me valem seus vícios?
  • Vamos para a floresta das margaridas gigantes!
    Vamos para a floresta das margaridas gigantes!
  • Um abrigo p’ra chuva
    Um abrigo p’ra chuva

Mundo das formigas

Ver a vida sob outros aspectos. Ver os objetos sob outros aspectos. Dar importância ao que normalmente não é importante para seres humanos e praticamente não perceber o que é hoje o norte da vida das pessoas. Estar no lugar de insetos. Ver o mundo sob o ponto de vista de formigas.

- O que é isso tão grande? Parecem engrenagens… E esses discos estranhos? Será algum tipo de máquina? P’ra que serve? Ai, ai, não se cansam de inventar modas…um dia não vamos nem ter espaço p’ra andar com tanto bagulho por aí…

- Obaa! Comida!! Fazia tempo que não encontrava tão fácil assim! Tá com uma cara boa… De onde será que veio? Não estava aqui há pouco…

- Vamos passear, meu amor? Vamos ver cores, sentir aromas, contemplar a natureza…Vamos para a floresta das margaridas gigantes!

- Poxa…um passeio tão lindo, e essa chuva p’ra atrapalhar… vamos ali, nos abrigar sob aquele guarda-chuva!

Uma vida normal… casa, comida, passeios… só que outro ponto de vista. Minha casa não é a sua casa, minha vida não é a sua vida, mas também posso ser feliz e viver bem; o que importa não é o quanto você pode acumular, mas o que você faz com as pequenas riquezas que tem!

Tayane Bragança

Tayane Bragança

Pedro Dell’Orto

Pedro Dell’Orto

2007.2

Comentários