>
Espelhos
  • Barba, cabelo e bigode!
    Barba, cabelo e bigode!
  • Treinando para ser o melhor.
    Treinando para ser o melhor.
  • O meu confessionário
    O meu confessionário
  • Abstração!
    Abstração!
  • Um sorriso vale mais que mil palavras.
    Um sorriso vale mais que mil palavras.
  • Vaidade não tem sexo.
    Vaidade não tem sexo.

Espelhos

Por favor, não me enche o saco! Deixa as minhas espinhas, o meu cabelo feio, as minhas olheiras, a casquinha de feijão no dente da frente e os meus pés de galinha que teimam em aparecer. Para falar a verdade o meu desejo era te jogar no chão, pra te ver em pedaços. Mas não tenho coragem! Por que teimo em acreditar nas velhas crendices populares? Mais sete anos de azar, ninguém merece!

Esqueça dos desabafos, “bafo”… Você agüenta sempre! Todas as manhãs, você vê o meu olho ainda cheio de remela, os meus dentes com toda a comida do dia passado, produzindo um mau-cheiro insuportável. Pra te castigar, por causa da péssima imagem refletida logo cedo, nada melhor que os velhos respingos de creme dental produzidos no vai-vem da escova.

Quem eu vejo primeiro? Eu? Você? Alguém? É! Pensando bem! O que seria de mim sem você?! Me ensinou a beijar, agüentou com firmeza as secreções das minhas espinhas que explodiam, na já passada adolescência. Hoje me orienta no trânsito, ouve todos os palavrões que um dia pretendo falar para o chefe e mesmo assim nunca reclama. Quer dizer, só às vezes, quando resolve embaçar. Mas eu te perdôo! Graças a você eu pude revelar minha paixão para a pessoa amada, de maneira simples e romântica. Em ti, desenhei um coração e escrevi “eu te amo”!!!

Hugo Leonardo

Hugo Leonardo

Nicole Bianchi

Nicole Bianchi

2007.2

Comentários